top of page

PUBLICIDADE

educacao.gif

Notícias

DTI Brasil: cidades selecionadas em 2023 recebem nova consultoria do MTur

Atualizado: 24 de out. de 2023

Etapa faz parte da implantação do Plano de Transformação dos locais

O Ministério do Turismo avança na certificação de 10 cidades brasileiras como Destinos Turísticos Inteligentes. Cumprindo mais uma etapa da implantação da estratégia nacional DTI Brasil em 2023, a equipe técnica do MTur desembarcou nos municípios selecionados para promover uma consultoria, que dá seguimento à implantação dos Planos de Transformação dos locais.


Representantes de Foz do Iguaçu (PR), Gramado (RS), Vila Velha (ES), Fortaleza (CE), Bonito (MS), Joinville (SC), São Luís (MA), Santos (SP), Ponta Grossa (SC) e Goiânia (GO) receberam capacitações, juntamente com outras autoridades (prefeituras, secretarias, instituições públicas e privadas, além do trade local), com foco nos pilares estratégicos de governança, acessibilidade, tecnologia, inovação, sustentabilidade, segurança, criatividade, promoção e marketing, e mobilidade e transporte.


Por três dias, além da capacitações e reuniões, os municípios proporcionaram visitas técnicas em seus principais pontos turísticos e puderam mostrar as ações que já vêm sendo realizadas e que são primordiais para o atendimento das metas dos Planos de Transformação.


O objetivo da consultoria é acompanhar e provocar uma evolução turística, tendo em vista o trabalho realizado em nove eixos estratégicos para o desenvolvimento sustentável e responsável de cada um dos destinos e para que cada um deles receba o seu certificado de DTI em Transformação ao finalizarem a elaboração da sua matriz.


A implantação da estratégia DTI no Brasil é dividida em dois ciclos: no primeiro, é feito um diagnóstico, uma capacitação e um planejamento, onde é conhecida a situação em que a cidade se encontra, sendo o ponto de partida para o desenho de um Plano de Transformação que vai apoiar o município a se transformar, de fato, em um DTI.


Já a segunda etapa consiste em realizar a execução das ações contidas no Plano para que o município consiga o Selo DTI Brasil, que pode ser obtido após o destino passar por uma auditoria realizada por técnicos do Ministério do Turismo junto a um ou mais representantes do Instituto Ciudades del Futuro – parceiro do MTur nesta iniciativa. A partir daí, a cidade entra em um processo de melhoria contínua, ampliando sua capacidade de enfrentar novos desafios sociais, políticos, tecnológicos e econômicos.


"Os destinos estão comprometidos e trabalhando para que todos os 105 requisitos contidos na metodologia DTI Brasil sejam alcançados com sucesso. É mais uma ação para potencializarmos os atrativos locais, ajudando os municípios a melhorarem a sua competitividade turística e, consequentemente, movimentarem a economia e contribuírem para o aumento da geração de emprego e renda por meio do turismo", ressaltou Bárbara Blaudt, Diretora de Planejamento, Inteligência, Inovação e Competitividade no Turismo do MTur.


Para ser um Destino Turístico Inteligente, o município precisa ser um espaço turístico inovador, acessível a todos, consolidado sobre uma infraestrutura tecnológica que garante o desenvolvimento sustentável do território, que facilita a interação e integração do visitante com o entorno e incrementa a qualidade da sua experiência no destino e a qualidade de vida dos residentes.


SOBRE O DTI - Esta é a segunda edição do Projeto, que já foi realizado como projeto-piloto e selecionou 10 destinos: Brasília/DF e Campo Grande/MT (Centro-Oeste): Recife/PE e Salvador/BA (Nordeste); Rio de Janeiro/RJ e Angra dos Reis/RJ (Sudeste); Florianópolis/SC e Curitiba/PR (Sul); Rio Branco/AC e Palmas/TO (Norte). Todos receberam certificados de “DTI em Transformação”.


EXEMPLO INTERNACIONAL – O modelo brasileiro também é referência para outros países. Compartilhando a experiência DTI Brasil, o MTur esteve presente no 1º Congresso Iberoamericano de Destinos Turísticos Inteligentes, que ocorreu na cidade de Medellin (Colômbia) e deu visibilidade aos planos de trabalho de seis destinos brasileiros DTI em transformação. Entre os participantes brasileiros estavam alunos de universidades brasileiras e representantes do SEBRAE, de Conventions Bureaux e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) no Brasil.


Membros do governo da Colômbia comentaram a força do Brasil e a sua marcante presença no evento, destacando que o país serve de modelo a outras nações que buscam desenvolver uma estratégia nacional de de destinos turísticos inteligentes, trabalhada unicamente no país.


“Ter a oportunidade de representar o Brasil, por meio do Ministério do Turismo, e direcionar a equipe brasileira presente no evento, mostra que estamos no caminho certo para a construção de um futuro no turismo mais sustentável e responsável, de uma forma inovadora e sob a perspectiva da diversidade que o nosso país representa”, afirmou Bárbara Blaudt Rangel.


O MTur também participou da 5ª Reunião da Comissão Plenária da Rede Iberoamericana de Destinos Turísticos Inteligentes, momento em que foram estruturadas conversas e discussões sobre aspectos técnicos e operativos da aplicação de um modelo DTI para a região da América Latina, além de abordar temas relacionados à educação e pesquisa, transferência de conhecimentos e boas práticas nos diferentes destinos que compõem a rede.


Informação: Ministério do Turismo

0 comentário

Comments


site_marencanto.png
Senai_Futuro_Digital.jpg
site_marencanto.png
WebBanner_300x300_Buriti.jpg
bottom of page