top of page

PUBLICIDADE

educacao.gif

Notícias

Novembro negro: afroturismo ajuda a valorizar e fortalecer a cultura brasileira

A modalidade turística também promove a inclusão social e econômica nos lugares ligados à herança africana

O Brasil, conhecido por sua rica diversidade, está investindo cada vez mais no fortalecimento do afroturismo, uma modalidade que promove a valorização da cultura afro-brasileira, ao incentivar o turismo em regiões ligadas à herança africana. O Ministério do Turismo, em parceria com o Ministério da Igualdade Racial, tem trabalhado para ampliar esse movimento, implementando ações para impulsionar o segmento, destacando a importância da identidade afro na cultura nacional.


Ao proporcionar experiências turísticas envolvendo história, arte, gastronomia e tradições afro-brasileiras, o visitante tem a oportunidade de vivenciar práticas transformadoras, através de tradições, saberes, sabores e histórias presentes nos territórios de descendência africana.


De acordo com a coordenadora de Desenvolvimento e Apoio à Comercialização de Produtos e Experiências, Fabiana Oliveira, o Brasil abriga a segunda maior população negra do mundo. “Com o afroturismo, nós damos destaque à cultura negra dos locais e promovemos a inclusão e a diversidade dessas pessoas no turismo. Por outro lado, também promovemos o bem-estar, o bem-receber de viajantes negros, tornando a sua experiência mais completa”, afirmou.


Reconhecendo seu potencial para promover a inclusão social e econômica das comunidades, o Ministério do Turismo tem investido em iniciativas que impulsionam o afroturismo no Brasil. Uma das ações em destaque é o apoio a projetos que visam a criação de roteiros turísticos específicos que envolvem a cultura afro-brasileira em diferentes regiões do país, como por exemplo o Experiências do Brasil Original e o Rotas Negras. O objetivo é atrair visitantes e também gerar fontes alternativas de trabalho e renda para as comunidades locais, assim como, fortalecer o respeito e a valorização da diversidade cultural do país.


Além disso, para fortalecer a presença das comunidades afrodescendentes no mercado turístico, o MTur vem discutindo estratégias para consolidar o Brasil como destino para valorização da memória e cultura negra, propondo critérios para mapeamento das iniciativas em âmbito nacional, promovendo oportunidades para qualificação, promoção e comercialização das experiências existentes.


Esses programas, fruto de um trabalho interministerial, visam não apenas treinar profissionais locais para atender às demandas do turismo, mas também incentivar o surgimento de pequenos negócios que promovam a cultura afro-brasileira.


ROTAS NEGRAS - O Projeto Rotas Negras tem o intuito do fortalecimento de circuitos afrocentrados, no Brasil, a partir dos municípios que já fizeram adesão ao Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial - SINAPIR.


EXPERIÊNCIAS DO BRASIL ORIGINAL – Com o objetivo de ampliar e diversificar a oferta turística brasileira o Ministério do Turismo, em parceria com a Universidade Federal Fluminense (UFF), desenvolveu o projeto Experiências do Brasil Original, criando experiências turísticas memoráveis ofertadas por povos indígenas e quilombolas em seus territórios.


Informação: Ministério do Turismo

0 comentário

Commentaires


site_marencanto.png
Senai_Futuro_Digital.jpg
site_marencanto.png
WebBanner_300x300_Buriti.jpg
bottom of page