top of page

PUBLICIDADE

educacao.gif

Notícias

Preservação Ambiental: O Caminho para o Turismo Sustentável no Brasil

Ações locais impactam positivamente o turismo, promovendo sustentabilidade e impulsionando a economia

O Brasil é conhecido mundialmente por suas belezas naturais, desde florestas tropicais até praias paradisíacas e uma diversidade de ecossistemas impressionantes. Hoje, vamos mostrar como inciativas locais se destacam na preservação ambiental e como essas ações podem impactar positivamente o turismo local no Brasil, promovendo a sustentabilidade e impulsionando a economia.


Vamos nessa!?


Em Pipa (RN), destino que recebe mais de 1 milhão de visitantes todos os anos, o consumo de garrafas plásticas de água mineral é alto. Pensando nisso, o movimento Preserve Pipa buscou uma solução para diminuir o impacto no ambiente e lançou a “Garrafa de água Preserve Pipa”, fabricada com redução de 20% de plástico e 100% de energia limpa.


Com a iniciativa, o Movimento Preserve Pipa ganhou o status ouro no 3º Prêmio de Turismo Responsável da WTM Latin America, na categoria “Melhores soluções para gestão de resíduos plásticos” e com o projeto está concorrendo como finalista no prémio mundial na WTM em Londres, marcado para acontecer em novembro.


Para o ministro do Turismo, Celso Sabino, inciativas como esta, que investem na proteção dos recursos naturais se tornam uma estratégia inteligente e necessária para contribuir com o turismo de forma sustentável. “Multiplicar ações locais que fomentem a preservação ambiental, estimula o turismo à medida que os viajantes buscam experiências socialmente responsáveis e conscientes”.


Mas como ações ambientais impactam no turismo local?


O turismo responsável, que promove a preservação do meio ambiente e o respeito pela cultura local, está se tornando cada vez mais popular entre os viajantes conscientes.


Pensando nisso, o Ministério do Turismo disponibiliza o Mapa Brasileiro do Turismo Responsável, que destaca roteiros, experiências e destinos turísticos de todo o país com boas práticas de sustentabilidade e ações de turismo de base comunitária, onde a população é inserida no processo, estimulando o desenvolvimento local e a geração de renda.


Esse é mote do movimento Preserve Pipa, que visa a sustentabilidade, desenvolvendo ações que fomentam à qualidade de vida para os moradores e uma melhor experiência para os turistas que procuram a região da Praia da Pipa.


“O movimento entende que a sustentabilidade depende de um tripé, que também leva em consideração fatores econômicos e sociais, além dos naturais, por isso, ações de promoção e divulgação do destino, o apoio a eventos locais, geração de empregos e renda e qualificação de mão de obra estão entre as principais ações do grupo”, destacou Wanderson Borges, Co-fundador do Preserve Pipa.


Multiplicando experiências - A preservação ambiental e o turismo sustentável podem ser aliados poderosos na promoção da conservação da natureza e do desenvolvimento econômico local no Brasil.


É o caso do Projeto Preserve Pipa que buscou parceria com a empresa Ster Bom e com a Associação dos Catadores de Recicláveis de Arez (Amarez), que recolhe garrafas para reciclagem. A estimativa é desviar do aterro sanitário pelo menos meia tonelada de resíduos por mês. Isso promove a renda e gera emprego, garantindo um ciclo socioeconômico sustentável.


A garrafa Preserve Pipa faz parte de uma série de ações de proteção ao meio ambiente realizadas pelo movimento a fim de garantir a proteção das belezas naturais que atraem visitantes de todo o mundo. “Desejamos que nosso projeto engaje e conecte mais pessoas e empreendedores em prol do tripé: sustentabilidade ambiental, econômica e social. Estamos à disposição para compartilhar a nossa experiência e aprendizados com esse turismo cada vez mais integrado com a natureza, que estamos praticando na região da Praia da Pipa” reforçou o Co-fundador do Projeto.


COP 30 - O Brasil sediará, em 2025, a Conferência do Clima das Nações Unidas (ONU), a COP 30. Com isso, o país tem a oportunidade de se destacar com ações que demonstrem os esforços do país na preservação da natureza.


Segundo Celso Sabino, “a COP 30 é a oportunidade ideal de mostrar para o mundo como o Brasil está empenhado com o tema, trabalhando para proteger nossos ecossistemas e biodiversidade aliada a um turismo com investimento verde”, destacou.


E você, já conhece Pipa?


A cerca de 80 quilômetros de Natal, a Praia de Pipa fica no município de Tibau do Sul e é uma das praias mais conhecidas do Rio Grande do Norte. Com pontos turísticos famosos como as falésias e a praia do Amor, o local é um refúgio para quem busca belezas naturais, paisagens de tirar o fôlego e toda a infraestrutura.


Informação: Ministério do Turismo

0 comentário

Comentários


site_marencanto.png
Senai_Futuro_Digital.jpg
site_marencanto.png
WebBanner_300x300_Buriti.jpg
bottom of page