top of page

PUBLICIDADE

educacao.gif

Notícias

Raposa 29 anos: O mais atraente cantinho turístico da ilha


O Município de Raposa fica localizado na região metropolitana de São Luís, a aproximadamente 30 Km do centro da capital maranhense. Foi colonizado na década de 50 por migrantes cearenses que fugiram da seca, criando aqui a maior colônia de pescadores do estado. Tem como importantes fontes geradoras de emprego e renda a pesca, a gastronomia, o turismo náutico, e a produção e comercialização de rendas de bilro. O principal acesso rodoviário é feito pela MA 203, também conhecida como Estrada da Raposa, uma extensão no sentido leste da Av. dos Holandeses a partir da capital São Luís.


Fica localizado na microrregião da Aglomeração Urbana de São Luís, Mesorregião do Norte Maranhense, o Município de Raposa foi criado através da Lei Estadual 6.132 de 10 de novembro de 1994. E limita-se ao norte com o Oceano Atlântico – Começando no Extremo oeste da Praia de Olho de Porco, seguindo em direção nordeste margeando toda a orla marítima, passando pelas praias de Mangue Seco, Pucal, Garrancho, Carimã, Ponta das Antas e Praia de Curupu.


A leste limita-se com o Município de Paço do Lumiar, passando pela Baia de Curupu, margeando toda a parte leste e sul da Ilha de Curupu, e segue até a foz do Rio Paciência, e continua até a foz do igarapé do Cumbique.


O Povoado foi fundado no final da década de 40 por migrantes cearenses que fugiam da seca que castigava o Estado do Ceará, em sua grande maioria, oriundos da cidade de Acaraú. Alguns desses pioneiros se estabeleceram aqui com suas famílias, iniciando-se dessa forma a colonização de nossa Praia da Raposa, que pela fartura de pescados na região, começou a atrair cada vez mais habitantes de outros municípios.


Por possuir como atividades principais de subsistência a pesca e a produção de rendas de bilro, ambas realizadas de forma artesanal. A comunidade foi considerada uma ilha linguística cearense por pesquisadores que a visitaram no final da década de 1970. Essa situação foi se alterando com a construção de primeiro acesso rodoviário em 1964 e seu asfaltamento em 1977.


Em 1994, separando-se de Paço do Lumiar, o povoado de Raposa ganhou status de município e elegeu seu primeiro gestor, realizando desta forma, o sonho de seus moradores.

PASSEIO NÁUTICO - Os passeios pelas fronhas maranhenses tornaram-se uma excelente opção de contemplação à natureza, associada a uma experiência inesquecível de lazer e entretenimento, repleta de vivências naturais e culturais que jamais serão esquecidas. São realizados a bordo de Bianas Tradicionais, Catamarãs, ou Trimarãs, que partem das rampas de embarque do Garrancho, ou do Porto do Braga, e de acordo com o visitante, podem durar entre duas e oito horas, com inúmeras paradas para banho em bancos de areia, ilhas, dunas, e praias paradisíacas, regados a degustação de peixes, crustáceos e mariscos.

GASTRONOMIA - A gastronomia raposense é um capítulo à parte, repleta de pratos típicos a base de frutos do mar. Nos principais restaurantes do município, o visitante poderá se deliciar com a tradicional anchova grelhada com arroz de mariscos, ou a famosa peixada maranhense com camarão fresco. Outros pratos também são destaque, dentre eles: camarão grelhado, mariscada, ostras frescas, tarioba ao molho, além de outras delícias que atendem ao mais exigente paladar.

ARTESANATO - O artesanato raposense além de autêntico e encantador, ainda mantem uma tradição de família. De forma diferenciada, o trançar das linhas coloridas diante de uma almofada, e do mágico som produzido pelo bailado dos bilros, surgem as mais belas peças que encantam a todos os turistas e visitantes, que desejam levar uma lembrança ou um presente. Dentre os mais comercializados, estão as saídas de praia, vestidos, blusas, colchas, toalhas e centros de mesa, chales, além de brincos, tiaras e pulseiras.


MEIOS DE HOSPEDAGENS - O município já dispõe de excelentes opções de hospedagens e entretenimento para quem gosta de locais tranquilos e afastados dos centros urbanos. Possui desde aconchegantes pousadas com haras, parque aquático, chalés de praia, ou até mesmo aconchegantes e confortáveis acomodações que ficam localizadas em algumas das ilhas do município, permitindo desta forma um maior contato e interação com a natureza.


PRINCIPAIS EVENTOS

Festa de São Pedro - 29 de Junho - Celebra a maior festa religiosa do município, o tradicional Festejo de São Pedro – Padroeiro da Cidade e também dos pescadores. Durante todo o dia uma vasta programação cultural e esportiva atrai milhares de pessoas. Além da programação religiosa que acontece no Largo de São Pedro, são realizadas também competições aquáticas e terrestres. Uma grandiosa procissão terrestre e marítima, seguida de missa campal encerra a parte religiosa da festa. Um grande show com renomados artistas, marca o encerramento da festa no Arraial do Viva Raposa.


Foimac – 1ª Quinzena de Agosto - O Fórum Internacional de Missões - FOIMAC é uma agencia missionária que realiza desde 2002, um evento de missões instituído e administrado pela Igreja Evangélica Assembleia de Deus de Raposa. Tem como propósito despertar a consciência missionária dos cristãos e levantar recursos para manutenção de missionários no campo de trabalho.


Aniversário da Cidade - 10 de Novembro - Fundado no final dos anos 1940 por migrantes cearenses de Acaraú que fugiam da forte seca que assolava o Estado do Ceará, se estabeleceram aqui com suas famílias por encontrarem muita semelhança com principais atividades que lá exerciam, dentre elas a pesca artesanal. A data comemora oficialmente a emancipação política do município de Paço do Lumiar, através da Lei Estadual n.º 6.132, de 10.11.1994, que tonou Raposa em Município.


ATRATIVOS CULTURAIS E NATURAIS

Praia de Olho de Porco - Limita geograficamente pelo litoral o município de Paço do Lumiar e Raposa. O acesso é feito pela Rua Maria Pandu, também conhecida como Estrada do Olho de Porco. Possui bares rústicos que oferecem alimentos e bebidas, além de barracas de praia com redes.

Praia de Mangue Seco - Localizada no Povoado Araçagi, sofre forte influência da maré alta desde a trilha de acesso até a sua faixa de areia. Também possui bares simples que fornecem alimentos e bebidas, e algumas casas de praia em madeira, para locação. Acesso é feito pela Rua São Sebastião.

Praia do Garrancho - Localizada no final da Rua do Coqueiro logo após a Praça do Viva Raposa, é uma pequena faixa de areia onde fica a Rampa do Turismo, local de embarque e desembarque dos passeios náuticos. Nas proximidades também se encontram excelentes restaurantes.


Praia de Carimã - Considerada uma das mais belas praias da Região Metropolitana, marca o início da Ilha de Curupu, com acesso feito apenas através de embarcações que fazem o transporte de turistas e visitantes. Por não possui infraestrutura de apoio, as agências de receptivo náutico fornecem alimentos e bebidas.


Praia dos Currais - Se estende por toda a faixa de areia do lado norte da Ilha de Curupu, até a entrada do Povoado de Canto. São aproximadamente 7 km de praia deserta com apenas alguns ranchos de pescadores. Paradas obrigatória dos passeios náuticos.


Crôa do Marisco - Banco de Areia localizado entre o Porto do Braga e o Igarapé do Afoga Burro, onde são encontradas algumas espécies de mariscos, dentre eles Sarnambi, Sururu e Tarioba, utilizados na culinária local.


Criatório de Ostras - Localizado em uma pequena ilha onde são cultivadas de forma artesanal ostras típicas do litoral maranhense. É um dos roteiros mais apreciados pelos visitantes das Fronhas Maranhenses, pela oportunidade de vivenciar a coleta e degustação no próprio local.


Ilha do Sururu - Pequena ilha habitada por marisqueiras, que faz parte do turismo de experiencia, onde é o visitante tem a oportunidade de adquirir e degustar caldos de Sururu e Sarnambi, acompanhados de limão, farinha e pimenta.


Ilha do Hélio - Esta pequena ilha possui uma praia com uma curta faixa de areia, que é inundada pela maré cheia, e se tornou uma das paradas obrigatória dos passeios náuticos.


Rancho Ilha do Mateus - Possui estrutura para hospedagem com cozinha, churrasqueira e píer para embarque e desembarque, e também dispõe de uma prainha que é inundada pela maré cheia, tornando-se uma excelente opção de banho.


Ilha de Itaputíua - Excelente opção de banho por possuir uma praia deserta com águas cristalinas, muito frequentada por moradores do município. Seu acesso por terra é feito através de uma trilha que sofre influência da maré, e que requer o acompanhamento de condutores locais.


Ilha de Curupu - Cercada por praias desertas e também por canais navegáveis, possui uma extensa faixa de manguezais preservados, por onde são realizados passeios náuticos. Dentro da ilha, fica localizado o povoado de Canto, uma tradicional comunidade de pescadores.


Comunidade de Canto - Fica na Ilha de Curupu a aproximadamente 6 km da Praia de Carimã, e seu acesso é feito pela Praia dos Currais até a trilha de acesso a comunidade, onde residem aproximadamente 32 famílias que vivem da pesca artesanal do Camarão e da Tainha. Também é possível visitar a comunidade, através de passeio náutico acompanhado por condutores locais.


Haras Honorato - Oferece hospedagem para cavalos, escolinha de equitação, passeios a cavalo por trilhas ecológicas e praias ao pôr do sol, e caminhadas por trilhas que interligam as praias de Olho de Porco e Mangue Seco.


Casa D'Art - Centro de Cultura Popular que fica localizado na Rua do Farol de Araçagi, onde são realizadas atividades ambientais, culturais, educativas, e gastronômicas através de sua cozinha experimental.


Farol do Araçagi - Situado às margens da estrada que dá acesso ao município (MA 203), possui uma das mais belas vistas do litoral de Raposa. Por ser área de domínio militar, as visitas devem ser agendadas previamente.


Aventura Rural - Localizado na comunidade de Primirim, é uma excelente opção de lazer e entretenimento em meio a natureza. Excelente gastronomia, música ao vivo, e para quem aprecia a natureza, possui lagos naturais para banho e prática de canoagem e stand up pedal.


Balneário Recanto do Caju - Localizado na comunidade de Primirim, é uma excelente opção de lazer e entretenimento, para quem apreciada a natureza. Também possui lagos naturais para banho.

Haras 4 Irmãos. Complexo esportivo e turístico especializado em atividades equinas, composta por auditório para eventos, café regional, restaurante tradicional, hotel pousada, tirolesa, pedalinhos, passeio a cavalo, passeio de charrete, fazendinha e pesque solte.


Haras RRK - Oferece hospedagem para cavalos, comercialização e reprodução genética de equinos, escolinha de equitação, pista para treino de vaqueiros, realiza e participa de provas regionais e estaduais de vaquejadas e competições de três tambores.


Estancia Liberdade - Propriedade rural voltada para o cultivo de feno, criação de caprinos com foco na produção, comercialização e degustação in loco de leite, queijo frescal, queijo maturado, iogurte e requeijão cremoso de leite de cabra.


Fazendinha Parque Raposa - Complexo turístico composto por centro de convenções, parque aquático, restaurante tradicional, além de hotel pousada. Fica localizado em uma área de mata nativa cercada restinga, campos de várzea e manguezais.


Sitio Doce Cajueiro - Propriedade que cultiva centenas de cajueiros com foco na produção, comercialização e degustação in loco de polpa de frutas, doces, compotas, geleias, e licores de caju, murici, manga, buriti. Além, de outras frutas da região.


Praça Chico Noca - Homenageia Francisco Carlos dos Santos, um dos principais pioneiros no processo de colonização do município. Localizada no centro da cidade, tornou-se um dos mais tradicionais pontos de encontro da cidade, onde são realizadas diversas atividades de interesse da comunidade.


Porto do Braga - Principal porto de apoio a atividade pesqueira no município, também utilizado para embarque e desembarque de turistas e visitantes. O local teve como seu primeiro habitante Raimundo Teixeira Braga, que ali constituiu família e viveu até o fim se sua vida.


Corredor das Rendas - Pequeno trecho da Avenida Principal do município, também conhecida como Avenida dos Pescadores. Onde estão instaladas as principais lojas de produção e comercialização de rendas de bilro, e outros tipos de artesanatos confeccionadas pelas tradicionais rendeiras.


Praça do Viva Raposa - Local onde são realizados os principais eventos culturais do município, dentre eles o Carnaval, São João, Festa do Padroeiro e Aniversário de Cidade. Onde também estão alguns bares e botecos que animam os baladeiros nos finais de semana e feriados.


Centro de Atendimento ao Turista - Localizado na Rua do Coqueiro - Viva Raposa, presta informações e apoio aos turistas e visitantes, além dos prestadores de serviços turísticos do município, e região metropolitana.




0 comentário

Comments


site_marencanto.png
Senai_Futuro_Digital.jpg
site_marencanto.png
WebBanner_300x300_Buriti.jpg
bottom of page