top of page

PUBLICIDADE

educacao.gif

Notícias

Saiba qual a importância da Rede Trilhas para o turismo do Brasil

Conectando paisagens e ecossistemas brasileiros, conheça algumas trilhas que fazem parte da rede

Conectando paisagens e ecossistemas brasileiros, a Rede Nacional de Trilhas de Longo Curso e Conectividade (RedeTrilhas) desempenha papel crucial na promoção do ecoturismo sustentável e dos destinos turísticos de maneira responsável. Instituída por portaria conjunta dos Ministérios do Meio Ambiente e Mudança do Clima (MMA), do Turismo (MTur) e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o projeto já possui 2.295 Km de trilhas de longo curso reconhecidas. Atualmente, outras 10 trilhas, que totalizam 2.585 quilômetros, estão em processo de reconhecimento.


As trilhas são responsáveis por manter a conservação e relevância cultural e histórica, promovendo a valorização das tradições locais, além de incentivar a prática de atividades ao ar livre, como o trekking, o cicloturismo, caminhada, caiaque, dentre outros meios de locomoção não motorizados. Os percursos proporcionam oportunidades para a educação ambiental, impulsionando o desenvolvimento econômico das regiões que abrigam as trilhas e criando empregos locais e estímulo para a população permanecer no meio rural.


Nesse sentido, a Agência de Notícias do Turismo separou algumas informações das trilhas que fazem parte da iniciativa, para o turista que adora aproveitar a natureza por onde vai:


TRANSCARIOCA – Conhecida pela sua versatilidade e beleza, a trilha Transcarioca percorre a cidade do Rio de Janeiro com um percurso de 183 km, passando por parte da Barra de Guaratiba, na zona oeste carioca, até o Morro da Urca, aos pés do Pão de Açúcar em corredores verdes encantadores. Durante o seu trajeto, o visitante tem a oportunidade de apreciar atrativos naturais pouco conhecidos da cidade e desbravar a Cidade Maravilhosa de ângulos inusitados e deslumbrantes. A trilha pode ser feita na sua integralidade ou em seções/trechos, de acordo com o interesse, a aptidão e a disponibilidade de tempo de seus caminhantes.


CORA CORALINA – Viajando para o Centro-Oeste do país, o Caminho de Cora Coralina percorre 300 km de extensão pelas cidades históricas de Corumbá de Goiás, Pirenópolis, São Francisco de Goiás, Jaraguá e a Cidade de Goiás, abrangendo também os municípios de Cocalzinho de Goiás, Itaguari e Itaberaí. Cercado de natureza, povoados incríveis e muitos atrativos, o projeto foi idealizado em 2013, com o propósito de interligar os municípios, fazendas e atrações da região. A trilha pode ser realizada por meio de caminhada ou cicloturismo.


SUCUPIRA – A maior trilha da Floresta Nacional de Brasília possui aproximadamente cerca de 36 km e permite que os trilheiros tenham contato direto com atrativos e espécies nativas do Cerrado. Trata-se da trilha Sucupira, situada próxima ao centro da capital, com a unidade de conservação com a maior quilometragem de trilhas de mountain bike sinalizadas do país.


CAMINHOS DA SERRA DO MAR – Ideal para a prática de montanhismo, caminhadas, contemplação, recreação e lazer; os Caminhos da Serra do Mar possuem cerca de 12km pelos municípios fluminenses de Magé, Petrópolis, Teresópolis, Guapimirim e Friburgo e, ainda, cortando algumas das unidades de conservação do Mosaico da Mata Atlântica Central Fluminense, como o Parque Nacional da Serra dos Órgãos e a área de Proteção Ambiental de Petrópolis. A trilha oferece diversos ecossistemas associados ao bioma da Mata Atlântica.


TRANSMANTIQUEIRA – Passando pela divisa de três estados do Brasil – São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, a trilha Transmantiqueira é uma das principais trilhas de longo curso ligando diversos Parques e Reservas já famosos entre os montanhistas brasileiros, como: o Parque Nacional de Itatiaia, a Pedra do Baú e os Parques Estaduais de Ibitiboca e Campos do Jordão. Cortando a serra da Mantiqueira, a trilha possui mais de 1.200 km de extensão, cruzando mais de 40 municípios.


CANYONS – A RedeTrilhas também está pelo Sul. A trilha dos Canyons passa por diversos municípios do litoral norte gaúcho, abrangendo os municípios de Torres, Mampituba, Morrinhos do Sul, Três Cachoeiras, Três Forquilhas e Itati. O percurso de 127 km pode ser feito a pé ou de bicicleta em até 5 dias. Entre vales e rios, a trilha proporciona uma caminha em meio ao antigo “caminho dos tropeiros”, visitando diversos sítios naturais de beleza rara, como o Canyon do Josafaz e a cachoeira da Lage. O viajante terá a oportunidade de desfrutar das belezas naturais de Torres, Vila São João, Mampituba, Morrinhos do Sul, Três Cachoeiras e Três Forquilhas.


ROTA DOS PIONEIROS – Considerada a maior trilha aquática do Brasil, a Rota dos Pioneiros possui cerca de 407 km de extensão em seu eixo principal e exige pelo menos 26 pernoites para ser concluída. A trilha oferece a oportunidade de experimentar diferentes modalidades de esporte no Parque Nacional de Ilha Grande e na Área de Proteção Ambiental das Ilhas e Várzeas do Rio Paraná, tais como: montain bike, stand-up paddle, caiaque e caminhada.


COMO FAZER PARTE – As trilhas que podem participar da Rede Trilhas precisam apresentar uma proposta de adesão ao Ministério do Meio Ambiente em meio físico ou por meio do e-mail redetrilhas@mma.gov.br, e podem ser encaminhadas por órgãos públicos, organizações da sociedade civil ou entes privados, de acordo com os requisitos para adesão estabelecidos na Portaria nº 500, de 15 de setembro de 2020. Clique AQUI e saiba mais sobre a adesão à Rede.


0 comentário

Comments


site_marencanto.png
Senai_Futuro_Digital.jpg
site_marencanto.png
WebBanner_300x300_Buriti.jpg
bottom of page