top of page

PUBLICIDADE

educacao.gif

Notícias

Sebrae capacita indígenas com noções de empreendedorismo e melhoria na produção agrícola no Maranhão

Capacitações estão entre ações do lançamento da pedra fundamental do Centro de Saberes Tenetehar, no município de Amarante do Maranhão, pelo Instituto Tukàn, que terá apoio do Sebrae.

Terceiro estado do Nordeste com a maior população indígena, segundo dados do Censo do IBGE 2022, o Maranhão inicia uma ação inédita de capacitação de indígenas do estado, no território Araribóia, município de Amarante do MA, sul do estado.


Com apoio do Sebrae, 30 indígenas e alunos de escolas localizadas nesse território receberam capacitação focada em empreendedorismo. Paralelamente, outro grupo recebeu atenção do Sebrae em oficinas ministradas por consultores especializados, por meio da Unidade de Negócios de Grajaú.

Em dois momentos, os indígenas deixaram a lida das aldeias para participar desses momentos de capacitação. Um primeiro, para aprender sobre Empreendedorismo no Campo e conhecer os detalhes do Programa Negócio Certo Rural (na terra indígena Bacurizinho, em Grajaú); e um segundo, para receber noções de comercialização de produtos agrícolas, em comunidades de Amarante do Maranhão. Essas iniciativas estão sendo viabilizadas pelo Agronordeste e também pelo Programa Cidade Empreendedora, ambos executados pelo Sebrae na região.


Em Amarante do Maranhão, participaram alunos da escola polo Giane Sartori, da Aldeia Jussara, além das Aldeia Faveira, Nova Jurema e Lagoa Quieta. Segundo informa o gerente da Unidade de Negócios de Grajaú, André Veras, ações como essas deverão ser replicadas futuramente no município de Barra do Corda, onde também se destaca a forte presença de comunidades indígenas de várias etnias.

Centro de Saberes pretende gerar autonomia para comunidades indígenas no Maranhão


A capacitação em Amarante do Maranhão é o primeiro passo para a oferta de conteúdos de empreendedorismo para os indígenas, fortalecimento da produção agrícola e das tradições e aptidões produtivas dessas populações, contando com apoio do Sebrae, que será a instituição responsável pelas ações de qualificação na região.


As ações vão culminar com a instalação do Centro de Saberes Tenetehar, em Amarante do Maranhão, cuja pedra fundamental será lançada no próximo dia 11 de outubro, a partir de um trabalho feito pelo Instituto Tukàn. O centro será o passo inicial para a instituição tornar-se uma universidade, dentro de um território indígena. Instalado e com funcionamento pleno, contribuirá muito para assegurar a autonomia e oportunidades para esses povos.

Na ocasião, além da celebração de instalação da pedra fundamental, está prevista a entrega de certificados dos cursos de capacitação. Para o superintendente do Sebrae no Maranhão, Albertino Leal Barros Filho, trata-se de uma parceria de grande relevância, por possibilitar um trabalho mais efetivo junto às populações indígenas do estado. “O território Araribóia, por exemplo, é o segundo maior do Maranhão, com uma extensão de mais de 400 mil hectares. O Sebrae, ciente dessa realidade, tem direcionado atenção para esse público, focando o empreendedorismo e a sustentabilidade à produção agrícola, valorizando os saberes e a riqueza desses povos, com uma perspectiva de futuro, integradora e inclusiva, que confira autonomia e máximo respeito a essas populações”, avaliou o executivo.


O lançamento da pedra fundamental, considerado a etapa inicial dessa ampla movimentação, conta com apoio da Equatorial Energia e Fribal, através da Lei de Incentivo à Cultura do Estado do Maranhão e do Sebrae. Terá a presença da comunidade indígena, autoridades, entre elas a ministra dos Povos Indígenas, Sônia Guajajara, parceiros, imprensa e a sociedade em geral. Será uma oportunidade ímpar de conexão com nossas raízes culturais e tradições ancestrais.


Informação: Sebrae MA


0 comentário

コメント


site_marencanto.png
Senai_Futuro_Digital.jpg
site_marencanto.png
WebBanner_300x300_Buriti.jpg
bottom of page