top of page

PUBLICIDADE

educacao.gif

Notícias

Sucesso na captação e transplante de órgãos mostra importância da atuação do Hospital Universitário

Vinculado à Rede Ebserh, HU-UFMA realizou mais de cem transplantes no primeiro semestre do ano, segundo a Base de Dados Nacionais do Sistema Único de Saúde

São Luís (MA) – Valentina, Flávio, Nicolas, Milena, Ramom, Felipe, Sandra, Rhavy, Patrick, Moara. São nomes de pessoas de todas as regiões do Brasil que têm algo em comum e se unem neste mês de setembro, dedicado à conscientização sobre doação de órgãos. Eles representam, na condição de doadores ou receptores, as 14.182 pessoas que receberam transplantes de órgãos, tecidos e medula óssea no Brasil neste ano.


Só na Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) — estatal que administra 41 Hospitais Universitários (HUs) —, 19 instituições realizaram 791 transplantes no primeiro semestre de 2023, segundo a Base de Dados Nacionais do Sistema Único de Saúde (SIA/SIH/SUS). No ano passado, os HUs da Rede Ebserh realizaram 1.473 transplantes; já em 2021, foram 1.342 cirurgias e, em 2020, 1.094 transplantes na Rede. Os dados são do Serviço de Gestão da Informação, Monitoramento e Avaliação da estatal.


Os investimentos em pesquisa, formação de pessoal e tecnologias feitos nos hospitais da rede Ebserh garantem que esses serviços sejam oferecidos à população dentro do Sistema Único de Saúde (SUS) em todas as frentes, num trabalho que envolve várias etapas: as cirurgias de captação de órgãos feitas em unidades de todas as regiões do Brasil; a abordagem para doação quando é identificado um potencial doador pelos comitês; o próprio transplante (um processo sofisticado e cada vez mais seguro); e o acompanhamento pós-cirurgia.


Em São Luís-MA, o Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão (HU-UFMA/Ebserh), realizou 135 transplantes no primeiro semestre deste ano, sendo 119 de córnea e 19 de rim, conforme dados da Unidade de Transplantes do HU-UFMA/Ebserh.


Além de realizar transplantes, o hospital-escola da UFMA também faz captação de órgãos. Para isso, um trabalho essencial é desenvolvido pela equipe de profissionais que compõem a Comissão Intra-hospitalar para Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes, a Cihdott. Tal Comissão tem a responsabilidade de organizar, na instituição, os protocolos e ações que favoreçam a execução do processo de doação e transplantes, conforme os preceitos éticos e legais definidos pelo Sistema Nacional de Transplantes.


“Os membros da Cihdott realizam diuturnamente busca ativa diária nas áreas assistenciais, observando possibilidade da existência de óbitos que serão avaliados para a doação de tecidos, após consentimento familiar, e a ocorrência da suspeita de morte encefálica, orientando medidas de manutenção hemodinâmica, condução do protocolo para determinação do diagnóstico, acolhimento familiar durante toda execução dos exames e, em caso de validação para doação pela Central Estadual de Transplantes, prossegue-se com a entrevista familiar para doação de órgãos e tecidos”, explica a enfermeira Polianna Costa Bortolon, que é membro da Cihdott do HU-UFMA.


Ela destaca que o HU-UFMA, atualmente, é a única instituição pública no Maranhão com equipes autorizadas a captação e transplante de rins, fígado, coração, tecido musculoesquelético e córneas. “A Cihdott atua também na logística e coordenação das ações de explantes dos enxertos doados para transplante”, reforça Polianna Bortolon. A enfermeira lembra ainda da importância que cada um de nós tem de informar às próprias famílias sobre o desejo de ser um doador de órgãos. “Converse com seus familiares! Seja um doador de órgãos e tecidos! Ajude a multiplicar vidas!”.


SOBRE A EBSERH


O Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão (HU-UFMA) faz parte da Rede Ebserh desde 2013. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 41 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência. Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a essa natureza educacional, os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.


Informação: HU-UFMA



0 comentário

Comments


site_marencanto.png
Senai_Futuro_Digital.jpg
site_marencanto.png
WebBanner_300x300_Buriti.jpg
bottom of page