top of page

PUBLICIDADE

educacao.gif

Notícias

Turistas estrangeiros no Maranhão, uma realidade que não é oficial


A semana que findou foi marcado turisticamente pela divulgação dos números de entrada de turista estrangeiros no Brasil, no período de janeiro a outubro de 2023 e apontou que o Maranhão teve apenas 19 turistas vinda de outros países.


Essa notícia chamou a atenção de setores da imprensa e do setor turístico maranhense, que não entenderam nada, uma vez que tanto a Prefeitura de São Luís como o Governo do Estado, por meio de suas secretárias de turismo tem feito um árduo trabalho de promoção do destino Maranhão e, os números oficiais atestam que esse trabalho foi em vão. Ou seja, só entrou 19 turistas em solo maranhense.


Epa! Pera aí.


Alguma coisa errada não está certa. Se entrou somente 19 turistas estrangeiros no Estado, com certeza, esses ilustres visitantes vieram por meio de voos fretados, porque de outra maneira não teria como, explico:


Mesmo a capital maranhense, Patrimônio Cultural da Humanidade tendo um Aeroporto Internacional, o mesmo não recebe voos internacionais.


Dessa maneira, o Maranhão não é portão de entrada, como é Belém (PA), Fortaleza (CE), nossos vizinhos, que recebem toda demanda de turistas da região ou de São Paulo (SP) ou Rio de Janeiro. É lá na entrada, no desembarque, que esses turistas são contados e identificados.


O registro de entradas de turistas estrangeiros é feito pela Embratur em parceria com o Ministério do Turismo (MTur) e Polícia Federal (PF), que coleta informações completas, como: país de origem, destino, modal de transporte utilizado para entrar no país, tempo de permanência, etc., portanto, a informação que praticamente em todo ano de 2023, apenas 19 turistas estrangeiros entraram no Maranhão é uma MEIA VERDADE, ou uma grande MENTIRA !


Se levamos em consideração que o mesmo anuário informou que 50 mil turistas estrangeiros estiveram no Ceará, podemos dizer sem medo de propagar uma fake News, que no mínimo 70% desse universo de visitantes estiveram no Maranhão, ou seja, 35 mil turistas estrangeiros, uma vez que Jericoacoara (CE), Delta do Parnaíba (PI/MA),e Lençóis Maranhenses, estão ligados umbilicalmente e, nenhum turista viria ao Ceará sem passar pelo Maranhão para conhecer e se deliciar nos Lençóis Maranhenses, Patrimônio Natural da Humanidade e segundo parque mais bonito do mundo. E olha que não falei do melhor roteiro turístico do Brasil, a ROTA DAS EMOÇÕES, que compreende os três estados.


Outro termômetro que pode atestar o que digo, é ver os boletins de entrada de turistas das cidades de Santo Amaro, Barreirinhas e São Luís que mostram números expressivos de visitantes estrangeiros em solo maranhense. Nessa conta, não entra os modais terrestres e marítimo, que se fossem contados mostrariam números ainda maiores.


Dessa maneira, essa metodologia de aferição de entrada de turistas no Maranhão, mesmo que oficial, não expressa a verdade. É um número verdadeiro para um recorte que não deve ser levado em consideração, tendo outros meios de aferição mais aderentes à realidade.


Urge que se mude essa metodologia para que não haja prejuízo na forma de promoção de destinos e que agora o Maranhão foi vítima.


E bem simples! Só não fazem o certo se não quiserem.


Foto ilustrativa/Divulgação


0 comentário

Comments


site_marencanto.png
Senai_Futuro_Digital.jpg
site_marencanto.png
WebBanner_300x300_Buriti.jpg
bottom of page