top of page

PUBLICIDADE

educacao.gif

Notícias

Você sabe diferenciar “gordura do bem e do mal”? Nutricionista explica e indica alimentos

Atualizado: 24 de ago. de 2023


Quem está em busca de uma alimentação equilibrada e de um estilo de vida mais saudável pode, por vezes, se arrepiar ao ouvir a palavra "gordura", frequentemente associada a alimentos prejudiciais ao corpo. No entanto, essa percepção pode ser mais relativa do que se imagina. É essencial distinguir entre as gorduras popularmente reconhecidas como "boas" e "ruins".



Igor Marinho, nutricionista do Grupo Mateus, explica que, para um desempenho ótimo das funções normais, nosso corpo necessita não somente de proteínas e carboidratos, mas também de gorduras insaturadas, também conhecidas como "do bem". “Essas gorduras desempenham um papel crucial na construção das células, na regulação da temperatura corporal e na proteção dos órgãos vitais. Além disso, elas transportam vitaminas, participam na formação de enzimas, hormônios e substâncias essenciais para o funcionamento do sistema imunológico”, comenta o especialista sobre os benefícios.


A grande diferença entre as gorduras boas e ruins são os níveis exagerados de colesterol. As “gorduras ruins”, ou seja, as saturadas e trans, podem elevar os níveis de colesterol LDL, aumentando o risco de doenças cardiovasculares e outros problemas de saúde.


Onde encontrar as gorduras boas?


Determinadas opções na hora de se alimentar podem exercer um impacto significativo na dieta, resultando em benefícios substanciais para a nossa saúde. Um exemplo disso, são nos alimentos como abacate, frutos secos, peixes, azeitonas, azeite de oliva, ovos, nozes e linhaça. Incorporar essas fontes de gorduras saudáveis na alimentação não apenas adiciona sabor e diversidade aos pratos, mas também contribui para a promoção do bem-estar geral.


Informação: Cores Comunicação

0 comentário

Kommentare


site_marencanto.png
Senai_Futuro_Digital.jpg
site_marencanto.png
WebBanner_300x300_Buriti.jpg
bottom of page